Posts

download (3)

O HAARP e o brasileiro Dr. Fran De Aquino

Um físico brilhante publicou um livro revolucionário citando 30 outros trabalhos científicos que revelam que HAARP tem incríveis poderes muito além do que suspeita a maioria dos investigadores da tecnologia de energia de alta freqüência. Dr. Fran De Aquino afirma que uma rede totalmente funcional do HAARP, ativada globalmente, pode não só afetar o clima e eventos geofísicos, mas influir no espaço e gravidade… Inclusive o próprio tempo!

Dr. Fran De Aquino

Agora, a rede está quase completa com a ativação das mais recentes instalações do HAARP na parte inferior do mundo: a desolada e alienígena Antártida. Os mestres do HAARP tornar-se-ão os mestres do tempo também?

Facções de três dos maiores governos do mundo — os Estados Unidos da América, a Federação da Rússia e da República Popular da China — podem ORDENAR A ELIMINAÇÃO do homem que eles vêem como um dos mais perigosos do mundo. Não, ele não é o mais caçado terrorista multinacional do mundo, nem mesmo um cientista louco com um novo vírus que pode destruir a humanidade.

O homem mais perigoso do mundo é o físico brasileiro Dr. Fran De Aquino

De Aquino não desenvolveu um raio da morte ou obteve códigos secretos para lançamento de mísseis nucleares no mundo. Ele tem feito algo potencialmente muito pior: ele tem derramado os “feijões” científicos e tecnológicos do maior segredo do mundo: o objetivo final do HAARP.

HAARP (High Frequency Active Auroral Research Program) agora tem instalações “criss-crossing” do mundo e estende-se de pólo a pólo. As instalações da Antártica estão perto de conclusão.

De Aquino, diz que o papel da radiação High-power ELF gerada pelo Aquecimento de HF modulado da ionosfera pode causar terremotos, ciclones e aquecimento localizado, e levanta o véu que esconde os “mágicos” do HAARP — e ao contrário do antigo mágico de Oz, os “mágicos” do HAARP têm algum poder real à sua disposição.

Trabalho acadêmico do físico — citando 30 outros trabalhos científicos, e semelhantes revisados— revela muito mais do que o incrível título do livro promete.

HAARP pode manipular a gravidade

A maioria dos pesquisadores do HAARP suspeitam há algum tempo que a tecnologia pode provocar terremotos e estimular furacões.

De Aquino tende a confirmar essas suspeitas, mas vai mais longe. Utilizando altas frequências, diz ele, o HAARP pode modificar, inclusive o controle da gravidade bloqueando ondas de gravidade localmente.

De Aquino sustenta que objetos pesados podem ser movidos, e mesmo transportados através da criação de “gravitacional shieldings.” Mas, insiste o cientista, HAARP pode fazer ainda mais.

A tecnologia ELF pode gerar gravitacionais mantos de blindagem que são feitos por camadas de semicondutores de alta força dielétrica colada por duas camadas de folhas metálicas e camadas de isolamento. O manto de blindagem gravitacional pode ser feito para que tenha apenas 1 milímetro de espessura.”

A alegação de Aquino se sustenta pelas experiências do outro físico, Dimitriou Stavros TEI-Atenas, Deptartmento de engenharia elétrica na Grécia. Stavros demonstrou com sucesso uma interação eletromagnética com o campo de gravidade.

Do seu resumo: The period of the pendulum oscillations of a suspended electromagnetic resonant circuit formed by quarter-wavelength transmission line sections is found to be affected by electrical parameters of the oscillator driving it. Of particular influence appears to the magntitude of current at resonance, which depends on the effective quality factor (Q) of the RF tank circuit and the input driving power.o.

Ainda, o mais surpreendente de tudo, De Aquino afirma que o poder supremo do HAARP é sua capacidade de distorcer o tempo.

Dilatação do tempo, um efeito relativístico descrito na teoria especial da relatividade de Einstein, é criada por massa se aproximando da velocidade da luz e afetando a gravidade pela deformação de espaço-tempo.

HAARP pode controlar o tempo e o espaço

De Aquino mostra que, quando submetidas a um campo eletromagnético de ELF uniforme, a massa pode ser transferida para um tempo diferente relativo para observadores externos. Isto é feito artificialmente, e a vontade.

A avançada tecnologia de teletransporte HAARP

A analogia que ele representa considera um navio no oceano. Ele explica… O navio “é feito de aço. Quando submetido a um campo eletromagnético de ELF uniforme, com intensidade e freqüência o navio executará uma transição no tempo para outro momento. É importante observar que o campo eletromagnético, além de ser uniforme, deve permanecer com o navio durante a transição para o novo tempo. Se não for uniforme, cada parte do navio realizará transições para diferentes momentos no futuro. Para que o campo eletromagnético permaneça com o navio, é necessário que todas as peças, que estão envolvidas com a geração do campo, permaneçam dentro do navio. Se as pessoas estiverem dentro do navio elas realizarão as transições para tempos diferentes no futuro porque suas condutividades e densidades são diferentes.”

Nikola Tesla

Notavelmente, é quase o exato cenário descrito pela testemunha Carl Allende do experimento Filadélfia. Agora amplamente considerado como uma história fabricada, no início da década de 1940 U.S. A Marinha alega que o experimento denominado projeto Rainbow nunca realmente ocorreu.
HAARP baseia-se no trabalho de Nikola Tesla, há um século.

Crentes da história, no entanto, afirmam que o famoso inventor e gênio eletricista Nikola Tesla ajudou no experimento que envolveu um navio escolta naval o USS Eldridge. O objetivo foi criar invisibilidade, mas acabou tragicamente quando o navio foi espacialmente transportado e partes dele ficaram presas em anomalias temporais.

Suspeita-se fortemente que grande parte da tecnologia HAARP é um trabalho de Tesla — atualizado e melhorado — e construída sobre os mais recentes conhecimentos científicos do século XXI.
Assim, para o que será HAARP usado? Guerras do tempo? Manipulação de eventos geofísicos? Manipulação da gravidade? Deformação de espaço-tempo? Alguns pensam que a tecnologia é para enlouquecer as pessoas.

http://olharparaofim.blogspot.com.br/2013/05/o-haarp-e-o-brasileiro-dr-fran-de.html

http://piramidal.net/2013/09/06/o-haarp-e-o-brasileiro-dr-fran-de-aquino-o-homem-mais-perigoso-do-mundo-atual/

 

HAARP, a Arma que Controla o Mundo

HAARP-Antenas - To no Cosmos

 

No remoto Alasca está localizado o H.A.A.R.P. (High Frequency Active Auroral Research Program, Programa de Investigação de Aurora Ativa de Alta Frequência) que começou a operar em 1993. Segundo relatos oficiais, o projeto tem como objetivo principal ampliar o conhecimento obtido até hoje, sobre as propriedades físicas e elétricas da ionosfera terrestre. Com isso, seria possível melhorar o funcionamento de vários sistemas de comunicação e navegação, tanto civis quanto militares (o que gera desconfiança em grande parte dos conhecedores do HAARP).

 

Boreaul-Haarp-To-no-Cosmos

 

Tudo isso seria muito bom, e além de mais uma contribuição tecnológica para a humanidade, porém em 2002 o parlamento russo apresentou ao então presidente Vladimir Putin documentos que afirmavam que os Estados Unidos estariam produzindo um novo aparelho capaz de interferir em todo planeta.

O relatório dizia que o HAARP seria uma nova transição na indústria bélica, que já passou pelas fases de armas brancas, armas de fogo, armas nucleares, armas biológicas e chegaria então ao patamar de armas geofísicas. Segundo estas teorias, seria possível controlar placas tectônicas, temperatura atmosférica e até mesmo o nível de radiação que passa pela camada de ozônio.

 

revista haarp - To no Cosmos

O grande cientista Nikola Tesla já havia premeditado essa técnica, hoje tido como artimanhas do governo.

 

Vladimir Acosta, que era o porta voz de Hugo Chávez, fez a seguinte declaração para o canal Vive TV em 2010: “Os Estados Unidos aparentemente tem em possa uma “arma de terremoto” que criou o catastrófico terremoto no Haiti e matou 200 mil inocentes. Não acredita em mim? Pergunte ao Hugo Chávez.”

Os motivos para a escolha de um país tão pobre parece ser uma simples resposta. Os Estados Unidos precisavam de um local para testar o potencial de sua nova arma. Os testes oceânicos não davam informações suficientes e atacar os inimigos no oriente médio seria suicídio comercial.

Existem ondas de rádio em diversas frequências, por mais que não sintonizemos nossos rádios para captá-las, elas estão no ar. O som também é emitido em frequências e há amplitudes delas que os ouvidos humanos não são capazes de captar, mas isso não quer dizer que elas não existam. Somando estes dois pontos, temos mais uma teoria conspiratória.

Mammatus - To no Cosmos

Por ficar muito mais acima, balões meteorológicos e satélites não podem ser utilizados para realizar medições e análises sobre a ionosfera. Por isso o HAARP seria tão importante, já que utiliza a maneira mais eficiente de contatar o setor: antenas de emissão de ondas de frequência altíssima.

 

Utilizando uma mescla de ondas de rádio com frequência sonora, os Estados Unidos poderiam manipular a mente coletiva para que algum ideal fosse defendido ou algum governo rival fosse atacado. Enviando as informações para toda a população em frequências que não poderiam ser captadas por aparelhos, não demoraria para que a “lavagem cerebral” estivesse concluída.

 

 

 

No documentário exibido no Brasil pelaTrutv, ‘Teoria da Conspiração’, há um episódio em que o apresentador e ex-Governador da Califórnia vai até o Alasca em busca de respostas sobre o HAARP, porém só encontra portões fechados e tem sua entrada barrada. O responsável diz que a entrada ao público é permitida apenas em uma ocasião especial que acontece a cada dois anos.

 

Os relatos dos habitantes locais mostram que não se trata apenas de uma máquina para estudar o tempo, e sim de um ‘controlador do clima’.

O governo chegou a cessar as operações do HAARP para dar fim as especulações, mas parece que não aguentaram, e já está funcionando novamente.

Willian Cohen - To no Cosmos

Para a grande maioria o que não afeta a sua vida diretamente não importa. Porém isso está afetando a vida de todos diretamente. Em Abril de 1997 em uma conferência sobre o antiterrorismo, o ex-Secretário de Defesa dos EUA, William Cohen, fez a seguinte declaração:

 

“Outros (terroristas) estão envolvidos até em um tipo ecológico de terrorismo através do qual possam alterar o clima, provocar terremotos, ativar vulcões remotamente através do uso de ondas eletromagnéticas. Então há uma abundância de mentes engenhosas que estão lá fora trabalhando para encontrar formas em que eles possam causar terror e pânico às nações. É real, e isso é a razão pela qual temos de intensificar os nossos esforços (de antiterrorismo).” 

 

Há quem diga que várias outras catástrofes não foram naturais como pensamos, e sim causadas pelo HAARP, inclusive parte da seca no Nordeste brasileiro que teria aumentado após alguns testes, além de alguns tornados misteriosos pelo país.

Tudo seria como em um videogame, onde o jogo seria o planeta e através de seus controles, mudariam, criariam a direção de ventos, terremotos entre outros, adulterando a ordem natural das coisas.

http://tonocosmos.com.br/haarp