cachorro-696x451

Enquanto você não amar um animal, sua alma estará adormecida

Enquanto você não descobrir o que implica amar um animal, não terá conseguido compreender o que é a nobreza e o despertar de emoções que podem curar a alma. Dar amor a um cão, a um gato ou a qualquer ser vivo por menor, mais inquieto e singular que seja, é se enriquecer e descobrir que eles podem ter sentimentos tão valiosos quanto os nossos.

Todos já lemos inúmeras vezes sobre os benefícios de ter um animal de estimação em casa. Agora, o que é mais interessante ainda é descobrir que tudo isso tem um claro impacto com relação à economia na saúde pública. Segundo diversas pesquisas, os animais nos poupam diversas visitas ao médico, o que ajuda a saúde a economizar cerca de 3 milhões de euros por ano em países como Alemanha e Áustria.

Amar um animal é ver-se refletido no seu olhar que espera tudo de nós, que convida a um carinho, que arranca um sorriso e emoções nobres. A única coisa que ele pede em troca é amor.

Cada um de nós poderia relatar com grande carinho esse momento em que alguém muito especial chegou em casa e a deixou do avesso. Do mesmo jeito que com nossos corações. Alguma coisa desperta em nosso interior quando adotamos um cão, quando resgatamos um gatinho da rua, faminto, sujo e precisando de afeto.

É como se uma luz lá do fundo se acendesse, como se um mecanismo peculiar movesse as engrenagens da mudança para nos ajudar também a sermos pessoas melhores.

O animal “remédio” e as terapias milagrosas

Começaremos contando o caso de Claudia, uma paciente com Alzheimer que havia deixado de sentir interesse pelo mundo. Nenhuma atividade que realizava na sua residência produzia mudança no seu estado, exceto uma: quando os técnicos de animação sociocultural traziam 4 cadelinhas treinadas para este tipo de terapia.

Claudia tinha preferência por uma das cadelinhas. Só de vê-la o seu olhar se acendia e a sua energia despertava para se conectar com força à realidade. Nunca falhava. Segundo depois, esta paciente pegava este animal nos braços, o beijava e lhe contava inúmeras coisas. Graças a esta interação foi possível diminuir a administração de diversos remédios orientados para a resposta física, cognitiva e emocional. Os animais são verdadeiros remédios para as pessoas.

Segundo um estudo publicado na revista “Frontiers in Psychology” este “despertar” pode estar relacionado à ativação da ocitocina, conhecida como o hormônio do amor, do afeto e do carinho. Quando seus níveis aumentam, surge uma série de disparadores psicológicos e psicofisiológicos que favorecem que as pessoas estejam mais presentes e, por sua vez, que sejam mais receptivas a tudo que implique aspectos emocionais (abraços, carícias, palavras carinhosas…).

Olhar dos nossos animais

Às vezes um animal pode até mesmo estabelecer uma melhor conexão emocional com o olhar do que uma pessoa.

Um animal tem uma capacidade de conexão emocional realmente incrível, seja através de um simples gesto ou de um olhar. De fato, sabe-se que o contato visual entre um cão e o seu dono é tão genuíno e sincero que, graças a isto, o vínculo entre ambos se fortalece.

Existem muitos tipos de amor, mas o que se pode sentir por um animal é uma coisa excepcional que tira o melhor de nós mesmos e que, por sua vez, nos ajuda a sermos melhores pessoas.

Segundo uma pesquisa interessante publicada na revista “Science“, os cães reconhecem o sorriso da pessoa, mostram empatia e inclusive sabem interpretar nossas emoções só de nos olhar nos olhos. Tudo isso seria resultado de tantos anos de evolução em comum, nos quais criou-se um vínculo excepcional que vai além de raças ou tamanhos. Emerge diretamente dos genes e do coração.

Nos transformamos naquilo que vemos no olhar dos nossos animais de estimação

Dizem que o olhar do nosso cão é o melhor espelho para ver o reflexo das nossas próprias almas. É uma verdade tão verdadeira que merece a nossa atenção.

Se algum dos animais que criamos se esquiva e o seu olhar tem o reflexo do medo, com certeza existe alguma coisa que não anda bem. O temor se nutre de um impacto emocional negativo.

 

http://www.bemmaismulher.com/enquanto-voce-nao-amar-um-animal-sua-alma-estara-adormecida/

maxresdefault

Os mecanismos de defesa do ego mantêm vivas suas velhas feridas

Mecanismos de defesa não curam. Na melhor das hipóteses, são curativos emocionais que você põe sobre os ferimentos, como para estancar o fluxo do medo e da dor. Tal como ocorre com os ferimentos físicos, mais cedo ou mais tarde você precisa tirar os curativos para que a cura aconteça. Do contrário, o ferimento se infecciona, e a dor se espalha.

O fortalecimento e a cura costumam começar com o afastamento de mecanismos de defesa como o medo, negação, repressão, cinismo, raiva, controle, abuso de substâncias, distúrbios alimentares, etc. As defesas garantem espaço, mas não o curam, não o fortalecem e não resolvem seus problemas. Na verdade, podem aumentar seus problemas, caso você insista em ficar com eles.

Um mecanismo de defesa protege você de qualquer coisa “excessiva”, ou seja, medo em demasia, dor em demais, tristeza em demasia, estresse em demasia e também amor em demasia, alegria em demasia, criatividade em demasia, Deus em demasia. Um professor que tive, disse certa vez, ‘O homem se defende do medo porque se defende de Deus. Quando você diz ‘sim’ para Deus, o medo vai embora’.

Mecanismos de defesa são coisas do ego. Quando você se defende, está defendendo seu ego, seus medos, suas fraquezas imaginárias. Aquilo que você defende torna-se real, ou seja, quanto mais você defende o seu ego, mais você se identifica com ele e mais se abriga do verdadeiro espírito, da verdadeira inspiração e do verdadeiro poder.

Dizer que as defesas o fortalecem é um mito. Não é possível ficar na defensiva e ser livre. Não é possível reprimir emoções e se sentir íntegro. Não é possível erguer um muro à sua volta e se ligar a Deus. Não é possível ficar ao lado do medo e também ficar aberto ao amor.

Afastar as defesas abre caminho para a verdadeira cura, o verdadeiro amor e a verdadeira força. Quando você sente alegria, está ouvindo seu espírito. Não é o perigo que vem quando você abaixa suas armas. É a cura. É a alegria. É a inspiração. É a liberdade.

 

Robert Holden

Universo Natural

feno-grego-remedios-caseiros-com-feno-grego-676x288

Feno-Grego

O feno-grego é uma planta herbácea anual pertencente à família das leguminosas, nativa da Pérsia, Ásia Menor e Mesopotâmia.

Seu nome provém do foenum graecum, que significa “feno grego”, já que a planta era usada antigamente para aromatizar o feno de qualidade inferior.

O feno-grego cresce cerca de 2 pés (60 cm) de altura, com hábitos semelhantes ao feno de alfafa. As sementes são marrons, de ½ polegada (1 cm) de comprimento, oblongas, com um profundo sulco que se divide em dois lóbulos desiguais. Elas estão contidas, de 10 a 20 juntas em vagens longas, estreitas e finas.

Esta planta é conhecida desde tempos antigos por suas propriedades medicinais e nutricionais.

Os egípcios e os gregos a utilizavam como planta forrageira para alimentação animal e os habitantes do Norte da África a usavam para fortalecer os seus doentes e combater a febre.

Atualmente, se utiliza ainda no mundo da medicina natural e gastronômico. Neste último caso, as folhas frescas são cozidas e consumidas em saladas e as sementes secas moídas são parte do curry indiano.

Também se usa o feno-grego na cosmetologia natural na China e na Índia, para eliminar as impurezas do organismo e da pele.

 

Propriedades Curativas

O feno-grego é considerado um excelente restaurador, ideal para doentes e pessoas fracas, anêmicas e convalescentes.

Esta planta também tem propriedades calmantes graças a sua riqueza em mucilagem. Por isso, gargarejar e bochechar o feno-grego é muito útil para melhorar as aftas e essa mesma infusão pode ser tomada em casos de difteria, inflamações da garganta e inflamações do trato digestivo. Esta erva também tem a reputação de ser um afrodisíaco.

Quanto as suas sementes, contêm alcalóides, saponinas esferoidais com propriedades de compensadoras dos hormônios, flavonóides, mucilagem calmante e vitaminas A, B e C.

As sementes de feno-grego, assim como a semente de linhaça fervida, constituem um bom maturativo para os furúnculos, os abscessos, as acnes, os cravos, etc.

Já que não apenas amadurecem estas condições, mas extraem sem dor a matéria pútrida que ajuda o crescimento ou a recuperação dos tecidos de orgânicos perdidos.

Segundo investigações realizadas, estas sementes consumidas diariamente reduzem os níveis de colesterol no soro sanguíneo.

É eficaz, também, para combater a febre do feno e é usada com grande efeito para combater os desconfortos da gripe.

 

Em algumas partes dos Estados Unidos a infusão de feno-grego é usada para eliminar o zumbido nos ouvidos.

A farinha de feno-grego é usada em cataplasmas (frios ou quentes), para aliviar dores reumáticas.

Remédios Caseiros com feno-grego

  • Remédio com feno-grego para aftas: ferva durante 15 minutos 25 gramas de sementes em um litro de água. Retire do fogo e deixe esfriar. Faça gargarejos e enxágues com esta infusão.
  • Remédio com feno-grego para furúnculos e abscessos #1: esmague um punhado de sementes de feno-grego e, uma vez reduzidas a pó, aplique exteriormente sob a área afetada
  • Remédio com feno-grego para febre do feno: ferva 8 colheres de chá de sementes previamente imersas em 4 xícaras de água fria por 5 horas, 2 minutos antes coá-las e beba o líquido. Tome um copo por dia, dois meses antes de começar a temporada da febre do feno.
  • Remédio com feno-grego para cólicas menstruais: misture 2 colheres de sopa da farinha das sementes de feno-grego e uma de linhaça fervidas em um pouco de água quente. Coloque, como um emplastro, ainda quente na parte inferior do abdômen e deixe no local até esfriar.

 

  • Remédio com feno-grego para úlceras de estômago: ferva 2 colheres de sopa de sementes de feno-grego em meio litro de água por 10 minutos. Em seguida, adicione uma colher de sopa de mel. Tome ao longo do dia, de preferência 1 copo a cada hora.
  • Remédio com feno-grego para retirar as crostas da cabeça de crianças: ferva 2 colheres de sopa de sementes de feno-grego em um litro e meio de água por 10 minutos. Lave com esta preparação a cabeça da criança.
  • Remédio com feno-grego para tosse irritante: ferva 10 gramas de sementes, previamente moídas em um litro de água por 10 minutos. Retire do fogo e deixe esfriar. Adoce com um pouco de mel. Tome duas xícaras por dia.
  • Remédio com feno-grego para hemorroidas: prepare compressas frias elaboradas com o cozimento das sementes de feno-grego.

 

  • Remédio com feno-grego para zumbido nos ouvidos: coloque cerca de 2 ½ colheres de sopa cheia de sementes de feno-grego em 3 xícaras de água fria e deixe-o ali a noite toda. Na manhã seguinte, remova um pouco da mistura e sirva tanto quanto for necessário. Quando se toma uma xícara deste chá frio pela manhã, substitua-o com outro copo de água sobre as sementes. À noite, tome outra xícara do mesmo chá. Siga esta rotina
  • Remédio afrodisíaco com feno-grego #1: ferva 1 litro de água contendo 60 gramas de sementes de feno-grego por 15 minutos, retire do fogo e deixe descansar até que esfrie. Coe e coloque em uma garrafa. Beba 2 copos de 150 ml por dia, em jejum de manhã e meia hora antes do jantar. Continue com o tratamento durante três semanas, descanse dois dias e retome por mais três semanas.

Receita para uma alimentação saudável com feno-grego

Recomenda-se adicionar um pouco de feno-grego em pó a este delicioso molho vegetal que vai sobre o arroz com curry.

Ingredientes:

  • ¾ xícara de batatas cozidas
  • 1 cenoura média cozida
  • 1 e 1/3 de xícara de água
  • 2 colheres de sopa de castanha de caju picadas
  • ½ colher de chá de sal
  • 1 colher de sopa de suco de limão
  • 1 colher de sopa de suco de lima
  • ½ colher de chá de endro picado
  • O teor em pó de 4 cápsulas gelatinosas de sementes de feno-grego de qualquer loja de alimentos naturais

Preparação:

Combine tudo junto em um processador de alimentos ou liquidificador até ficar homogêneo e cremoso. Aqueça e sirva quente em cima do arroz ou legumes cozidos de qualquer tipo.

Precauções

Nem as folhas nem as sementes de feno-grego devem ser utilizadas para fins terapêuticos durante a gravidez; como condimento.

 

https://www.saudedicas.com.br/remedios-caseiros/remedios-caseiros-com-feno-grego-1410612

yogurt-pajarito

Beneficios do Kefir

Muitos já devem ter visto um alimento que se parece com coalhada, mas não é. Lembra iogurte, mas também não é. Alguns adoram, muitos sequer sabem do que se trata, porém, esse alimento diferenciado, é um leite fermentado, que podemos cultivar em nossa casa, sendo um alimento totalmente saudável e indispensável. Seu nome é kefir, e seus benefícios, incontáveis. Vamos explorar hoje para que serve o kefir e saber todas as suas propriedades.

Trata-se de um leite fermentado na presença de grãos ricos em bactérias ácido-lácticas, bactérias ácido-acéticas e leveduras. Esses microorganismos convivem em simbiose envoltos por uma matriz de um polissacarídeo de nome Kefiran.

Para que serve o kefir?

Podemos dizer que o kefir é um complemento alimentar de alto valor terapêutico, e também um alimento probiótico, ou seja, rico em bactérias e microorganismos que fazem bem à flora intestinal enquanto tratam doenças. Vamos entender melhor os benefícios do kefir, a seguir.

Benefícios do kefir para o organismo

A ingestão regular diária de kefir poderá trazer vários benefícios à saúde, ajudando nos processos metabólicos, combatendo problemas, entre outros. Veja, a seguir, suas principais propriedades:

1- Problemas estomacais

O kefir ajuda a reduzir a acidez estomacal em excesso, sendo portanto, um ótimo alimento para pessoas com problemas de gastrite, úlcera e refluxo, entre outros.

 2- Problemas hepáticos

Tem uma importante função referente ao controle de produção da bílis pelo fígado, como também, é indicado como coadjuvante nos casos de hepatite.

3- Problemas intestinais

Suas leveduras, bactérias amigas e lactobacilos ajudam a enfrentar e suavizar as crises de colite em suas diversas formas, como também outras patologias relacionadas ao cólon, e ao ataque às bactérias nocivas presentes no intestino. Sendo também um aliado no combate à diarreia, constipação intestinal, e inflamações.

4- Problemas articulares

A presença do cálcio na composição do kefir ajuda no combate a osteopenia, osteoporose e reumatismo.

5- Problemas respiratórios

Mais uma propriedade importante do kefir está ligada à melhora nas crises de asma, bronquite e tuberculose.

6- Fortalecimento do sistema imunológico

As alergias, candidíase e outras doenças oportunistas relacionadas ao sistema imunológico em desequilíbrio serão beneficiadas pelo uso do kefir.

7- Problemas emocionais

A presença do triptofano estimula o cérebro na produção de endorfinas e serotonina, ajudando nos casos de depressão e ansiedade.

8- Problemas dermatológicos

O kefir ajuda a manter a pele, cabelo e unhas saudáveis.

9- Problemas circulatórios

Estimula a circulação, favorecendo o bom funcionamento do coração, regulando a pressão arterial e ajudando no combate ao colesterol ruim.

10- Benefícios musculares

Rico em proteínas, que são os agentes fundamentais na construção muscular, também ajuda a potencializar a absorção de glicose pelas células musculares, o que promove grande ajuda no rendimento físico.

11- Ajuda a emagrecer

É um aliado importante no combate aos quilos adicionais. Falaremos mais detalhadamente sobre isso no próximo item.

Obviamente, nenhuma dessas propriedades exclui o tratamento médico convencional. O kefir poderá ser utilizado em conjunto aos medicamentos, desde que não haja nenhum tipo de contraindicação médica.

Por que kefir ajuda a emagrecer?

  • É um regenerador da flora bacteriana, portanto, ajuda na digestão, facilitando a metabolização das gorduras, como também, a eliminação de toxinas.
  • É rico em proteínas, que favorecem a aceleração do metabolismo.
  • Alimenta e tem baixo teor calórico.
  • Aumenta os fluídos corporais, ajudando a depurar gorduras e toxinas.

 

Calorias do kefir

O kefir é um alimento de baixa caloria. Em 100 gramas de grãos teremos 37 calorias. O kefir, após adicionado ao leite, terá outros valores calóricos, que vão variar entre os diferentes graus de gordura dos leites disponíveis. Nesse caso, cada 100 ml da mistura terá aproximadamente 90 calorias.

O kefir de água apresentará menor valor calórico ainda, dependendo apenas da quantidade de açúcar que for adicionada a ele.

De que é composto o kefir?

Em cada um de seus grãos encontraremos vários tipos de microorganismos em simbiose*. Estudos revelam que estão presentes no kefir:

  • 8 variedades de leveduras,
  • 2 tipos de bactérias acéticas,
  • 16 tipos de lactobacilos,
  • Aproximadamente 9 streptococci/lactococci,
  • Ácido pantotênico,
  • Ácido fólico,
  • Vitamina B,
  • Vitamina B3,
  • Vitamina B6,
  • Vitamina B12,
  • Vitamina K,
  • Carboidratos,
  • Cálcio,
  • Gorduras,
  • Lactase,
  • Fósforo,
  • Magnésio,
  • Potássio,
  • Proteínas,
  • Aminoácidos,
  • Triptofano.

Kefir na água ou kefir no leite

Parece estranho, mas, existe o cultivo de kefir na água com açúcar mascavo. Essas variações relacionados aos diferentes meios de cultivo do kefir, obviamente nos trarão resultados distintos.

Os benefícios do kefir na água também oferecem uma bebida fermentada, com propriedades diferentes às do leite, onde se notará a ausência das bactérias acéticas, em contrapartida, os resultados ao kefir de leite apresentam muito mais lactobacilos e microorganismos.

Não se deve misturar os grãos de leite à água e vice-versa. O kefir de leite tem como principal alimento a lactose, enquanto o kefir de água vai utilizar a sacarose do açúcar mascavo para realizar a fermentação.

Como preparar o kefir?

Uma colher de sopa de grãos de kefir, para cada meio litro de leite morno (mais ou menos 20º), costuma ser a melhor proporção para o seu cultivo ideal. Esses grãos deverão ser colocados num vidro juntamente com o leite, deixando em descanso entre 12 até 36 horas. É preciso cobri-lo com um pano de prato comum. O melhor local para guardá-lo enquanto está em fermentação é dentro de um armário. Quando estiver pronto, deve-se agitar o vidro, e a seguir, coá-los. Após serem coados, os grãos deverão ser lavados em água corrente. A seguir, deverão retornar ao vidro com nova porção de leite para a próxima fermentação. O kefir pronto poderá ser armazenado em geladeira.

Dicas

  • O leite deverá estar fresco.
  • Não armazene os grãos sem o leite para que não morram.
  • Caso os grãos tenham permanecido fora do leite por mais de 48 horas, deverão ser descartados.
  • Quanto mais tempo fermentando, menos lactose, portanto, o ponto ideal para os intolerantes à lactose.
  • Não utilize nenhum utensílio metálico. Prefira coador, vasilhas e talheres de plástico ou outro material.
  • Se possível, lave os grãos de kefir com água mineral. Caso não seja viável, opte por água filtrada. O cloro presente na água poderá comprometer a qualidade do produto.

Qual a melhor temperatura para cultivar o kefir?

A temperatura ambiente é um dos fatores determinantes em relação ao tempo que devemos cultivar o kefir. Quanto mais frio, maior o tempo para a fermentação. Ele costuma dar resultados mais rápidos quando estiver numa temperatura entre os 25 e 35 graus. Nessas condições estará pronto em algumas horas. Em locais onde o inverno é muito rigoroso, o kefir poderá levar até 3 dias para atingir a fermentação desejada, no entanto, passado esse tempo, caso não se chegue ao ponto esperado, recomenda-se descartar o produto, por medida de precaução. É importante, após o descarte, peneirar todos os grãos e adicionar novo leite para se manter os benefícios do kefir.

Qual o melhor leite para produzir o kefir?

Para quem vive em ambiente rural e apresenta a disponibilidade do leite “in natura”, seja de origem bovina ou caprina, basta fervê-lo e aguardar que retorne à temperatura ambiente, para adicionar os grãos.

Como a maioria das pessoas não dispõe desse privilégio, e o único leite disponível é industrializado, poderá ser usado o leite UHT nas suas diferentes apresentações: integral, semidesnatado e desnatado.

Qual o consumo diário de kefir sugerido?

O ideal é que o hábito de consumir kefir seja diário, para que os seus benefícios passem a ser notados. Não há restrições, porém, o bom senso deverá ser essencial.

Onde conseguir os grãos de kefir?

Os grãos poderão ser obtidos através de doações de amigos, em sites dedicados a essa cultura, em comunidades e grupos, e nas redes sociais.

 

O kefir poderá ser obtido através de outros tipos de leite?

Sim. É possível cultivá-lo com o leite de soja, de coco, de arroz, e até na água, como já mencionado.

Contraindicações

Até o presente momento, não há relatos que contraindiquem o consumo de kefir, a não ser em casos de alergia, intolerância severa à lactose ou algum outro desconforto após a ingestão do produto.

Efeitos colaterais do kefir

Em alguns casos, a ingestão excessiva de kefir poderá provocar dores estomacais, abdominais e diarreia.

Os grãos de kefir podem ser consumidos?

De um modo geral, a parte que se consome mais costumeiramente é o líquido, porém, os grãos poderão ser ingeridos, caso agradem ao paladar.

Existe kefir industrializado?

Não é tão simples assim o processo para industrialização do kefir. Atualmente, alguns países estão investindo em pesquisas para industrializá-lo, mas, todos no exterior, entre eles, o Japão. Não temos no Brasil nenhum tipo de estudo em andamento.

Outros nomes possíveis para o kefir

Talvez algumas pessoas o conheçam por cogumelo tibetano, planta de iogurte, cogumelo de iogurte, fungo do iogurte, etc.

Vídeo ilustrativo

No vídeo amador, a seguir, há duas dicas interessantes: uma em relação ao processo de coar o kefir, e a segunda para os intolerantes à lactose. Embora seja um vídeo doméstico, poderá ser de grande ajuda:

 

Considerações finais

Todos os benefícios do kefir estão relacionados ao seu consumo regular. Em muitos casos, inicialmente ele promoverá uma desintoxicação, para depois começar a agir de forma mais ampla e plena pelo organismo. Vale a pena adicioná-lo à dieta.

Revisão Geral pela Dra. Patrícia Leite – (no G+)

Leia mais http://www.mundoboaforma.com.br/11-beneficios-do-kefir-para-que-serve-e-propriedades/#ud3Gx8DFZASeWvYE.99

 

hawkins

A Escala Hawkins da Consciência

A medição e a determinação matemática de níveis de consciência dos seres humanos é um dos trabalhos pioneiros e mais interessantes do médico psiquiatra americano David R. Hawkins (1927-2012), trazidos ao público em grande parte no livro “Poder contra Força: Uma Anatomia da Consciência – Os Determinantes ocultos do comportamento humano” (Power vs Force: The Hidden Determinantes of Human Behaviour), de 1995.
Hawkins realizou várias pesquisas usando a Cinesiologia e relacionou os níveis de consciência em estratificações que contém algumas semelhanças com, por exemplo, as estruturas dos chakras do Yoga e dos latiaf do Sufismo (ou de outras escolas espirituais e abordagens psico-espirituais).

“No livro “Poder vs Força: Os Determinantes Escondidos no Comportamento Humano”, David Hawkins revela algumas propriedades fascinantes da consciência humana. Neste trabalho, ele criou e calibrou um mapa enormemente útil da consciência humana, um mapa que deveria, muito apropriadamente ser chamado de “Escala Hawkins da Consciência”.

Hawkins começou a sua prática de psiquiatria em 1952, e então descobriu o poder da Cinesiologia, a ciência que obtém respostas diretamente da mente subconsciente de uma pessoa através de um teste muscular.

A MENTE SUBCONSCIENTE

A mente subconsciente (ou inconsciente) é um segmento da sua gama total de consciência. A mente subconsciente armazena recordações e questões emocionais. Ela controla o sistema nervoso involuntário que administra sistemas como respiração, digestão e metabolismo.

Também está em comunicação com o universo como um todo. Em particular, está conectada com a mente global, ou inconsciente coletivo da humanidade.

Com a Cinesiologia, as mentes conscientes das pessoas são isoladas para que se recebam respostas claras diretamente das suas mentes subconscientes. Os testes são mecanicamente muito simples. Os indivíduos testados deixam um braço estendido horizontalmente ao lado do corpo enquanto a pessoa designada como testadora lhes diz para resistirem aos esforços para baixar o braço com cada pergunta. Se o braço permanece forte e fica horizontal, então a resposta da mente subconsciente do indivíduo é afirmativa. Se o braço se move para baixo devido à fraqueza, então a resposta é negativa.

Por exemplo, se testar um indivíduo para que resista enquanto alguém lhe diz: “Você tem um corpo humano”, o seu braço permanecerá forte. Se mudar a declaração para: “Você é um corpo humano” o braço ficará fraco, pois esta é uma declaração incorreta.

MAIS DO QUE UM CORPO FÍSICO

A razão para isto é que nós, como espíritos, apenas habitamos os nossos corpos físicos. Nós não somos os nossos corpos, embora o nosso ego tenda a considerar-nos apenas como aquele que nós vemos no espelho. A mente subconsciente sabe que a verdadeira resposta é: “Você tem um corpo humano”.

OS DOIS HEMISFÉRIOS

John Diamond, M.D., outro antigo investigador em Cinesiologia, observou casos onde os hemisférios direito e esquerdo do cérebro de uma pessoa trabalhavam. O hemisfério esquerdo do cérebro normalmente é usado para pensamento analítico e atividade verbal, enquanto o hemisfério direito é usado para atividades intuitivas e artísticas e para a orientação espacial.

OS CAMPOS DE ATRAÇÃO DO SUBCONSCIENTE

Nos casos raros onde ambos os hemisférios estavam trabalhando igualmente juntos, John Diamond descobriu que a pessoa exibia uma criatividade que ele denominou como a funcionalidade mais alta de um ser humano.

O trabalho do Hawkins centra os níveis de consciência ao redor de valores-chaves fundamentais da vida humana, principalmente a Integridade e a Verdade, sinônimos entre si e capazes de carregar o ser humano por todos os níveis, até o da iluminação e o da não-dualidade — como os de Buda, que, segundo ele, sustentava o nível 1000.

Segue um trecho do livro, onde Hawkins faz relações entre supostos níveis de consciência e seus efeitos:

“Embora apenas 15% de toda a população do mundo esteja acima do nível crítico 200 de consciência, a força coletiva desses 15% tem o peso para contrabalancear a negatividade dos 85% restantes da população mundial. Devido ao fato da escala de força avançar logaritmicamente, um simples Avatar em um nível de consciência de 1.000 pode, na verdade, contrabalancear totalmente a negatividade coletiva de toda a humanidade.Um indivíduo que vive e vibra na energia do otimismo e da disposição de não julgar os outros (nível 300) irá contrabalancear a negatividade de 90 mil pessoas que estão calibradas nos níveis mais baixos de força.Um indivíduo que vive e vibra na energia do puro amor por toda a vida (nível 500) irá contrabalancear a negatividade de 750 mil pessoas que estão calibradas nos níveis mais baixos de força.Um indivíduo que vive e vibra na energia da iluminação, graça e paz infinita (nível 600) irá contrabalancear a negatividade de 10 milhões de pessoas que estão calibradas nos níveis mais baixos de força (aproximadamente 22 desses sábios estão vivos hoje).Um indivíduo que vive e vibra na energia da graça, do espí­rito puro além do corpo, num mundo de não-dualidade e unidade completa (nível 700), irá contrabalancear a negatividade de 70 milhões de pessoas que estão calibradas em níveis mais baixos de forca (aproximadamente 10 desses sábios estão vivos hoje).” -Dr David R. Hawkins, em “Força e Poder”

David Hawkins descobriu que a Cinesiologia poderia ser uma avenida fascinante para o desconhecido, e ele começou a intuir o que ele chamou de “campos de atração no subconsciente”.

Campos de Atração são aquilo a que Carl Jung chamou arquétipos. Eles são criados pelos esforços de grupo de milhões de mentes no inconsciente coletivo e geram uma fascinação para as pessoas por causa do seu tamanho cumulativo.

O POTENCIAL DA CINESIOLOGIA

Justamente quando a sua atividade terapêutica se tornou excessiva, com cinquenta terapeutas e outros empregados trabalhando para ele, Hawkins abandonou tudo por uma vida de pesquisa. Em vez de tratar um paciente de cada vez, Hawkins quis descobrir como todos poderiam ser ajudados pela promessa e pelo potencial da Cinesiologia.

A sua pesquisa, durante vários anos, provou conclusivamente a mesma coisa que as novas físicas teóricas estão a começar a dizer: que tudo no universo está conectado. Com a Cinesiologia, ele confirmou que, para qualquer pergunta que for feita, se houver uma resposta em algum lugar do universo, ela chegará até si.

CALIBRAR OS NÍVEIS DE CONSCIÊNCIA

Ele também montou um sistema de calibração dos níveis de consciência humana. Atribuindo os números de 1 ao infinito como uma possível escala de valores de consciência, ele logo percebeu que teria que utilizar o logaritmo dos números, em vez dos números simplesmente. Isto é porque o poder da consciência a níveis mais altos é muito vasto se comparado com o poder da consciência a níveis mais baixos.

Quando se utiliza um sistema logarítmico de base-dez, o número 4 não é apenas duas vezes maior que o número 2. O logaritmo de 4 é 10.000 contra o valor do logaritmo de 2 que é só 100. Um nível de consciência de 300 não é apenas duas vezes maior que o nível de 150, o nível de 300 significa 10 elevado a 300; ou seja, o número 1 com 300 zeros depois dele!

O NÍVEL CRÍTICO DE CONSCIÊNCIA

Além disso, Hawkins descobriu que o nível de consciência de 200 é um nível crítico. Uma média global de 200 ou mais é necessário para sustentar a vida neste planeta sem que ele afunde em uma eventual autodestruição.

Desde meados dos anos 80, ele informa que a média global da humanidade na sua escala, subiu um pouco acima do nível 200 crítico. Isto, é claro, representa outra descoberta que confirma a existência de uma mudança em curso no nosso nível de consciência.

Ele começou então a cogitar sobre quantas pessoas de mais alto nível de consciência estariam compensando as pessoas que vivem abaixo do nível crítico de 200. Por exemplo, considere que 800 milhões de pessoas no mundo têm fome, com muitas delas vivendo num nível próximo da miséria total. A consciência num estado de desespero atinge apenas um nível de 50 na escala. Até mesmo a raiva e o ódio atingem um nível mais alto de frequência que a depressão profunda experimentada por aqueles que vivem sem perspectivas de esperança.

Portanto, aqui estamos, no planeta Terra, uma humanidade coletiva, nadando duramente através da vida para tentar manter o nosso queixo coletivo acima do nível crítico de 200, trabalhando pelo dia em que a fome e o desespero serão erradicadas de uma vez por todas do nosso mundo.

SERVIR É ELEVAR O NOSSO NÍVEL DE CONSCIÊNCIA

O que podemos fazer para ajudar? Conforme elevamos o nosso nível de consciência, contribuímos cada vez mais para a qualidade espiritual da mente global. Portanto, o nosso maior serviço à humanidade é, paradoxalmente, o desenvolvimento da nossa própria consciência.

Como exatamente é que isso pode ajudar o mundo? Voltando à ciência moderna e aos seus sistemas de numeração, juntamente com a preferência de hoje para resumos explicativos muito práticos, aqui está o resultados dos testes.

Um indivíduo com um nível mais alto de consciência compensa o peso de muitos, muitos indivíduos que estão abaixo do nível crítico de 200. Abaixo do nível 200 estão os campos de atração da vergonha, culpa, apatia, aflição, medo, desejo, raiva e orgulho. Bem no nível 200 crítico vem a coragem e a sua habilidade para fortalecer o ego, para retirá-lo da condição de vítima inerente às mais baixas frequências.

A um nível de 300, uma pessoa elevou-se acima de muitas emoções de conflito para alcançar um certo estado de não-julgamento e sentir otimismo. Ao nível de 300, uma pessoa, dentro da mente global, compensa o peso de um total incrível de 90.000 pessoas que estão abaixo do nível 200. Tal é o poder de estados mais altos de consciência.

A um nível de 400, o indivíduo alcança uma atitude um pouco mais harmoniosa que traz aceitação e perdão. Além disso, ele ganha um raciocínio mais aperfeiçoado que traz compreensão e significado para a vida. Este não é um nível difícil de alcançar. Por exemplo, a perseguição do objetivo de um ensino superior e de uma profissão funciona ao nível 400, onde uma pessoa compensa o incrível peso de umas 400.000 pessoas que estão abaixo do nível 200.

Para alcançar o nível de 500, uma pessoa precisa de estar espiritualmente consciente. A este nível, o amor incondicional e o perdão incondicional ficam mais vivos e bem mais encaixados na nossa realidade. Aqui, uma pessoa contrabalança 750.000 pessoas que são abaixo do nível 200.

Quando uma pessoa praticou meditação longa e diligentemente o suficiente para atingir consciência de felicidade ao nível 600, ela está, naquele momento, contrabalançando 10 milhões de pessoas abaixo do nível 200.

Será preciso uma razão mais forte para desenvolvermos as nossas faculdades interiores? Veja apenas o nível maravilhoso de serviço que cada avanço no nível de consciência traz ao nosso mundo. E tudo isto apenas por ser o que se é, e por aquilo em que nos podemos tornar. Antes mesmo de começar a ajudar as pessoas fisicamente, ajudemos a fazer do mundo um lugar melhor através do nosso apoio e ação direta. Este nível maravilhoso de serviço é o efeito direto do nosso nível de consciência num mundo que tem sentido uma enorme fome, por tanto tempo, de pensamento espiritual e de energia espiritual.”

Um excerto do livro, “The Shift: The Revolution in Human Consciousness” de autoria de Owen Waters, Editora Infinite Being News.

“Todos nós caminhamos pela vida como um pacote constituído de corpo e mente. Enquanto todos nós estamos conscientes, o nível das nossas funções da consciência (que são subjetivas) variam de pessoa para pessoa. A realidade é imensamente complexada com sistemas solares, galáxias, luas e sóis, mas também com reações químicas, partículas, bactérias e ecologia. A vida esta toda em torno de nós, grandes e pequenos. Todos nós somos uma criação e nós estamos de alguma forma vivos em uma galáxia que é aparentemente sem vida. Sua consciência é um dom, ou um pouco de sorte como você pode achar. Consciência é sua capacidade de vigília para participar na vastidão da vida em vez de apenas ficar operando internamente, dentro de sua própria mente.”
-Mikey O’Connell

Nível de consciência é o estado em que o ser humano toma suas decisões diferente de emoções que são passageiras. Todos nós passamos por esses estados durante situações diferentes. Todos os dias. Em determinadas situações nós comportamos de maneiras diferentes.

Conforme o nível do ser humano, há níveis onde ele toma MAIS decisões na sua vida, tem um determinado comportamento, o que revela o seu verdadeiro nível de consciência NO MOMENTO.

Dr David Hawkins, médico psiquiatra, espiritualista, autor de inúmeros livros identifica três níveis de consciência: consciência do medo, consciência moral-ética e consciência espiritual.

Por esses três níveis passam os sentimentos de vergonha, culpa, apatia, tristeza, medo, desejo, raiva, orgulho, coragem, confiança, neutralidade, vontade, aceitação, compaixão, prazer, razão, amor, alegria, paz, iluminação espiritual.” Especificamente no nível de consciência espiritual onde atingimos intimidade com Deus, e o que Ele quer que façamos.

VERGONHA: É o estado mais baixo de consciência do ser humano, é o que tem menos energia. Uma pessoa com vergonha não toma decisões, não interage com outros seres humanos, e não tem experiencias na vida, o que dificulta essa pessoa de aprender, por conta própria o que funciona ou o que não funciona.
Em seu nível mais sutil se manifesta como timidez, num nível extremo de vergonha a pessoa quer desaparecer, até suicidar-se. Pense nesse nível como o nível do extremo ódio pessoal.

CULPA: É um estado um pouco mais elevado que a vergonha, já que, para sentir culpa a pessoa tem que fazer alguma coisa. Uma pessoa com esse nível de consciência cria muito pouco, normalmente faz papel constantemente de vitima, culpa todos pelo seu fracasso,etc. Raramente tenta fazer alguma coisa nova, vive de recordações passadas de culpa e sente-se muito mal com isso. Pessoas extremamente religiosas vivem em culpa. Você pensa em si mesmo como um pecador, incapaz de se perdoar por transgressões do passado.

APATIA: Vitimização e ausência de esperança. O estado do desamparo aprendido. Muitos sem-teto estão presos aqui. Além de ser o estado que representa uma visão muito conveniente da sociedade, quando descrita como a sociedade da vitimização. As pessoas no estado de apatia, encontram-se paralisadas diante das circunstancia da vida.

DOR/SOFRIMENTO: É um estado de tristeza e perda perpétua. Normalmente você cai aqui quando enfrenta uma enorme perda na vida. Depressão. Só está acima da apatia pois aqui você está começando a se livrar da paralisia pesada que existe na escalada. O sofrimento mexe e muda as pessoas, e muitas vezes lhe tira do estado de total apatia.

MEDO: Você vê o mundo como perigoso e inseguro. Você pode existir em um estado de paranoia, sob constante preocupação e estresse de sua realidade atual. Para subir acima deste nível geralmente requer algum tipo de ajuda. Superar o medo é algo que todos nós temos de lidar. Níveis de medo diferem de segurança geral ao medo da rejeição da sociedade. O medo é apenas uma crença interna. Cria-se medo de si mesmo quando você perceber as situações e eventos sendo uma ameaça para o seu bem-estar geral.

DESEJO: Uma pessoa nesse nível só tem ambições na vida. Vive de vícios, desejo, luxúria e consumismo. Nunca está satisfeita. Esses vícios e desejos pode ser por dinheiro, aprovação, poder ou mesmo a fama. Você pode ficar preso em um estado de materialismo e consumismo. Materialismo significa que você conecte-se a objetos físicos. Você é feliz quando tem o que quer, mas fica desesperado para adquirir o que quer quando não tem. Bens físicos têm um efeito sobre o bem-estar ou mal-estar emocional se você permitir.

RAIVA: A raiva é um nível de frustração, muitas vezes de não ter seus desejos cumpridos nos níveis mais baixos. Junto com a vergonha, e a culpa, formam uma tríplice aliança conhecida. Nesses níveis baixos as pessoas só criam alguma coisa na vida, se tiverem algum inimigo imaginário pra jogar sua raiva. Isso é uma motivação pra elas.
Este nível pode estimulá-lo à ação em níveis mais elevados, ou pode mantê-lo preso em ódio.
Haverá eventos em que nos sentiremos infelizes. Lidar com eles em um estado de raiva geralmente resulta em tornar-se ainda mais infeliz. Combater a resistência com mais resistência tende a condicionar a pessoa em uma espiral levando a níveis ainda mais baixos de consciência (retrocesso).

ARROGÂNCIA/ORGULHO: Esse é o estado de consciência predominante da humanidade atualmente. É totalmente dependente de circunstâncias externas (dinheiro, prestígio, etc), ou seja: é altamente vulnerável. Esse é o estado que leva ao nacionalismo, racismo e guerras religiosas.
Um estado totalmente irracional de negação e defesa. Você se torna tão intimamente ligado as suas crenças que um ataque a elas se torna um ataque a você.

CORAGEM/OTIMISMO: Aqui o ego ainda existe mas há uma visão diferente sobre a vida, o individuo começa a olhar pra fora de si. Começa a se alinhar com a verdade, já não tem mais medo, está mais atento a situações da vida, mas está mais otimista, entende mais a verdade, o sofrimento dá um descanso. É o começo de um despertar espiritual.O primeiro nível de força real.
É aqui que você começa a ver a vida como desafiante e emocionante ao invés de opressora. Você começa a ver seu futuro como uma melhoria sobre o passado ao invés de simplesmente a continuação do mesmo.

NEUTRALIDADE: Neutralidade é um nível de sistemas de crenças flexíveis, descontraídos, e desapegado. Aconteça o que acontecer, você vai estar firme em sua posição. Você não tem nada a provar. Você se sente seguro e convive muito bem com outras pessoas. Um monte de pessoas autônomas estão neste nível que é um lugar muito confortável. É também um nível de complacência e “preguiça”. Você está cuidando de suas necessidades, mas você não se esforça demais.

COMPLACÊNCIA: Neste nível, você começa a usar sua energia de forma mais eficaz. Agora que você está seguro e confortável, você começa a usar sua energia de maneira mais eficiente. Só viver e deixar viver não é mais o suficiente. Pense nesse aqui como o nível do desenvolvimento da força de vontade e da auto-disciplina. As pessoas daqui são os “soldados” da sociedade: eles fazem as coisas bem e não reclamam sobre quase nada. É exatamente aqui que sua consciência se torna mais organizada e disciplinada.

ACEITAÇÃO/PERDÃO/COMPREENSÃO: Níveis elevados de espirito. Aqui já há um entendimento muito maior dos processos da vida, e da verdade, aqui há a verdadeira mudança, deixar de lado os velhos dogmas, viver com propósito.
Aqui acontece um movimento poderoso de energias e você acorda para as possibilidades de se viver proativamente. No nível da complacência você se torna competente e aqui você quer colocar suas habilidades para fazer algo bom. É aqui que você define e alcança metas.
Você começa a aceitar sua responsabilidade pelo seu papel no mundo. Você começa a ver a “grande figura” da sua vida mais claramente.

RAZÃO/CONTEMPLAÇÃO: Neste nível, você transcende os aspectos emocionais dos níveis mais baixos e começa a pensar mais claramente e racionalmente. Hawkins define este nível como a nível da medicina e da ciência. É o nível de consciência dos mestres. Os realmente desapegados. Os que estão em completa sintonia com a verdade, tem o corpo a mente e o espirito totalmente resguardado das desilusões da vida e do sofrimento dos níveis baixos. Olha-se o mundo como um todo para começar a fazer contribuições significativas.
Nesse nível vive-se em estado de apreciação com tudo o que é. Não há guerra, não há sobrevivência, não há luta. Aceita-se o mundo e a sua realidade e a transformam através da experiencia.

AMOR: A nível do amor incondicional há um entendimento permanente de sua conexão com tudo o que existe. No nível do amor você coloca sua cabeça e todos os seus outros talentos e habilidades a serviço de seu coração, e não suas emoções.
Esse é o estado em que você realiza seu verdadeiro propósito. Suas motivações nesse nível são puras e incorruptíveis pelos desejos do ego. É aqui o estado do serviço para a humanidade. Nesse nível você também começa a ser guiado por uma força maior do que você. É um sentimento de se deixar levar. Sua intuição se torna extremamente ‘forte’. Hawkins diz que esse nível é alcançado apenas por uma em 250 pessoas durante todo o seu tempo de vida.
Uma parcela minima como 0,0001% vive nesse estado.

HUMOR/ALEGRIA: Este é um estado de felicidade penetrante e inabalável. Em outras palavras, o humor é o estado de consciência maior que o ego consegue atingir. É o inicio do desapego com a vida, de reconhecer como o mundo é e fazer piada com isso.
É o nível dos santos e dos mais ‘avançados professores de espiritualidade’. Só de estar perto de pessoas nesse nível faz com que você se sinta incrível. Nesse nível a vida é totalmente guiada pela intuição e sincronicidade (as coisas começam a acontecer por relação de significado). Não existe mais a necessidade de declarar metas ou de criar planos detalhados – a expansão da sua consciência permite que você opere sobre um nível muito mais elevado.

PAZ: Total transcendência. Hawkins diz que esse nível só é alcançado por uma pessoa em 10 milhões.

ILUMINAÇÃO: O nível mais alto da consciência humana, onde a humanidade se confunde com a divindade. Iluminação como dizia os antigos mestres, é a união do ser com o todo. O fim do individualismo. O fim do eu. Fim do ego. O homem transcendental.
Extremamente raro. Só o fato de pensar sobre pessoas desse nível pode fazer com que você aumente seu nível de consciência. É aqui que acontece o estado da “Consciência Elevada” tão bem conhecido como “Super Consciência”. Você vê o mundo como ele realmente é. Indescritível.

17424728_1284731928272424_2013206504604549268_n

 

Segredo Oculto