sal do Himaia

Este é o melhor sal do mundo

O sal do Himalaia é o mais saudável e mais puro sal do mundo.

Desde os tempos antigos, é um dos alimentos mais valiosos na dieta humana.

Ao contrário de sal refinado, é rapidamente metabolizado e não aumenta a concentração de sódio e potássio no sangue e, por isso, não eleva a pressão arterial.

A seguir, saiba como usá-lo e quais são suas propriedades curativas.

Composição do sal do Himalaia

Ele contém 84 preciosos elementos que são encontrados em nosso corpo, fornecendo, assim, todos os minerais necessários e essenciais.

Os minerais encontrados no sal do Himalaia são de ótima assimilação pelo nosso organismo.

Sua estrutura molecular contém sódio, cálcio, magnésio, e ferro, são necessários para o metabolismo celular correto.

Sal do Himalaia tem mais de 250 milhões de anos.

Originou-se nas cavernas do Himalaia, de onde as pessoas ainda hoje o extraem manualmente.

Ele é seco naturalmente no sol e, depois da secagem, é embalado em sacos especiais, para manter a sua pureza.

O sal do Himalaia é utilizado em quantidades bem pequenas, porque tem um sabor bastante intenso e, assim sendo, sua dose de consumo diário é menor.

Sal do Himalaia como medicamento

Historicamente, o sal do Himalaia sempre foi considerado extremamente valioso.

Ele era usado pela aristocracia desde os tempos antigos e era chamado de “ouro branco”.

Aqui estão algumas das suas vantagens para a saúde:

– É facilmente absorvido e evita a desidratação do organismo.

– Regula o nível da água e eletrólitos do corpo.

– Regula o nível de açúcar no sangue e previne o desenvolvimento de diabetes.

– Ajuda a regular o metabolismo e os processos digestivos.

– Equilibra o pH das células.

– Previne o envelhecimento do organismo.

– Apoia a saúde do trato respiratório, especialmente os seios paranasais.

– Ele ajuda a fortalecer os ossos, especialmente os das crianças em crescimento.

– Regenera as células do cérebro e ajuda a melhorar a
concentração e o sono saudável.

– Previne cãibras musculares.

– Melhora a circulação sanguínea e contribui para a saúde do sistema vascular.

– Ele contribui para a desintoxicação e purificação do sangue.

– Ele melhora o funcionamento do fígado e dos rins.

– Ele também pode ser usado para inalação no caso de problemas de sinusite, dor de garganta, asma ou bronquite.

– Contribui para a melhoria de todo o nível de energia do corpo.

Usado sem excessos, não há nenhum efeito negativo – ele não prejudica nem os rins nem o estômago e rins.

E o sabor dos alimentos é mais natural quando se utiliza o sal do Himalaia.

Sal do Himalaia para a acne

Para a acne, problemas de pele e erupções cutâneas, o sal do Himalaia é excelente.

Recomenda-se que na parte da manhã você faça uma solução de 3 litros de água e 100 gramas de sal do Himalaia.

A solução deve ser aquecida e será usada na pele durante o dia: basta lavar o rosto com ela, esperar 5 minutos e depois enxaguar.

Mas, antes de iniciar qualquer tratamento, deve-se esfoliar a pele.

O peeling é feito esfregando a pele com sal do Himalaia misturado com óleos essenciais de sua escolha (exceto os óleos cítricos, como limão e laranja).

Com movimentos suaves e circulares, esfregue-o na pele, a fim de alcançar o melhor efeito.

Com isso, haverá a dilatação dos dos poros, o que permitirá uma maior absorção dos minerais do sal dos Himalaias.

O resultado, após o tratamento, será uma uma pele suave e macia e alimentada de minerais.

O procedimento de esfoliação deve ser feito uma ou duas vezes por semana, mas você deve lavar o rosto com a solução de água e sal do Himalaia todos os dias.

Sal do Himalaia contra rinite e sinusite

Para preparar esta solução, você precisa de meio litro de água e uma colher (chá) de sal do Himalaia.

Misture bem os ingredientes.

Quando os cristais de sal começarem a se acumular na parte inferior do recipiente e não se dissolverem, a solução está pronta psara ser usada.

Aplique um pouco em cada narina (pode ser com uma seringa) e logo você estará respirando melhor.

Outros usos do sal do Himalaia

-Para infecção no ouvido, você pode usar a solução de sal do Himalaia e água ensinada logo acima (uma gota).

-Para náusea causada por viagens, coloque um pano cheio com sal do Himalaia ao redor de seu pescoço.

-Para problemas com fungo em seus pés, mergulhe os pés em uma solução salina.

-Para dor de garganta, gargareje com sal do Himalaia e água, mas não engula.

É caro o sal do Himalaia? 

Não é, pois ele é mais concentrado e não deve ser usado em grande quantidade.

Além disso, os benefícios dele fazem o investimento valer a pena.

Você pode comprá-lo em lojas de produtos naturais, delicatessens e em casas cerealistas (aquelas que vendem grãos e temperos a granel).

E quem é hipertenso?  

Como dissemos no início, ele não aumenta a pressão (consumido de forma moderada, claro).

Mas consulte o seu médico sobre o assunto e só inicie o consumo de sal do Himalaia depois da autorização dele.

O sal do Himalaia também é ótimo para tratar enxaquecas.
– See more at: http://www.curapelanatureza.com.br/2015/08/este-e-o-melhor-sal-do-mundo-trata-mais.html#sthash.FINMkxVp.dpuf

saturno-aneis-838x629

As regras matemáticas surpreendentes dos anéis de Saturno

Sabemos há muito tempo que Saturno é cheio de anéis, mas as partículas dentro deles, que se empurram e colidem, eram um mistério.

Viajando a uma velocidade vertiginosa, todos os choques e tamanhos dessas partículas pareciam aleatórios e casuais. Agora, uma nova teoria matemática traz ordem ao caos.

Um grupo de físicos, matemáticos e astrônomos explicou como a distribuição de tamanho das diferentes partículas, que vão desde centímetros a dez metros, segue uma relação muito simples.

A teoria não só esclarece a estabilidade dos anéis de Saturno, como pode revelar mais sobre as idades e condições de outros planetas e asteroides que também possuem anéis.

Ordenado

Saturno é cercado por anéis imensos construídos de pedaços de água congelada, com uma pitada de material rochoso. Os anéis podem atingir uma largura de 300 mil quilômetros, e as partículas podem viajar a milhares de quilômetros por hora.

Os pesquisadores descobriram que as partículas dos anéis são soltas e porosas. Quando duas partículas se chocam, se estiverem se movendo lentamente o suficiente, irão se fundir em uma só. Mas, se estiverem se movendo muito rapidamente, vão se destroçar.

O novo modelo mostra matematicamente como este comportamento simples está de acordo com a distribuição estranhamente precisa de tamanhos de partículas nos anéis.

Regra de 3

Desde os anos 1980, os pesquisadores observam uma relação estrita nos tamanhos de partículas nos anéis de Saturno, que segue aproximadamente uma “lei do cubo inverso”.

Por exemplo, uma partícula de duas vezes maior do que a outra será oito vezes menos comum, e uma partícula três vezes maior será 27 vezes menos comum.

Os cientistas descobriram que a distribuição das partículas de acordo com seu tamanho também segue de forma semelhante esta regra de 3 (entre 2,75 e 3,5).

Concepção artística das partículas dentro dos anéis de Saturno

Sistema universal

A regra é ainda mais ampla do que os pesquisadores inicialmente pensaram: há apenas dois anos, eles descobriram que os asteroides têm anéis também. Chariklo e Chiron, por exemplo, seguem o modelo de Saturno.

Esses asteroides são muito menores do que o planeta, mas seus anéis não só são parecidos como têm distribuições similares de partículas, o que sugere que o modelo é bastante universal.

 

No entanto, ele pode não se aplicar a sistemas com um número excessivo de colisões ou com muito poucas colisões e, portanto, mais investigação observacional seria necessária para ver quais sistemas de anéis são contrários ao modelo.

Como anéis se formam

O modelo também pode ensinar mais aos pesquisadores sobre planetas e asteroides. “Agora sabemos como os anéis devem ser construídos. Suponha que descobrimos novos anéis, de algum planeta. Apenas pela medição da distribuição do tamanho das partículas no anel, podemos dizer se ele é jovem ou se já experimentou algum impacto catastrófico no passado. Se a distribuição segue a forma de cubo inverso, nada aconteceu nos últimos 10 mil anos”, disse Nikolai Brilliantov, matemático da Universidade de Leicester, na Inglaterra, e principal autor do estudo.

 

Além disso, ao olhar para o tamanho máximo das partículas, os pesquisadores podem ser capazes de aprender mais sobre as substâncias a partir das quais os anéis se formam.

Segundo Jeff Cuzzi, cientista interdisciplinar da missão Cassini que não esteve envolvido no estudo, o novo trabalho confirma pesquisas anteriores sobre como os anéis de Saturno se formam, e descreve-o em um sentido matemático mais geral.

 

“A conclusão geral até à data é que as partículas são soltas e não sólidas, e que as distribuições de tamanho que vemos não são primordiais, mas são altamente evoluídas por dinâmicas locais”, disse.

Mais anéis precisam ser estudados

Conforme o processo de medir anéis distantes for repetido em mais planetas e asteroides, a equipe vai ter mais e mais situações para alimentar o modelo.

Os anéis de Saturno chegaram a um estado estável, mas outros anéis no universo podem não ser tão bem estabelecidos: Brilliantov diz que o próximo passo é aprofundar como anéis evoluem com o tempo para chegar a um equilíbrio.

“Em nosso sistema solar, há uma abundância de anéis que não são explorados”, afirma. “Se tivermos informações suficientes, podemos aplicar uma teoria mais complicada, bonita e abrangente para esses sistemas”.

 

 

yjgujghghjghj

45586_Papel-de-Parede-Filhote-de-Cachorro_1024x768

Quintal não é bom para o cão

Se você mora na cidade, seu cão urbano provavelmente faz o esquema dois passeios agendados diários para exercitar, socializar e fazer suas necessidades. Mas se sua casa vem equipada com quintal e cerca, é muito mais fácil manter um cachorro.

A simplicidade de dar ao seu cão a liberdade matinal enquanto você ainda está de roupão e chinelos é imbatível.

Adicione uma porta de cachorro e você não terá nem mesmo que sair da cama! Ele poderá satisfazer suas necessidades em sua própria programação.

Porém, alguns cães de guarda usam o quintal como uma muleta e, antes que você perceba, o quintal se tornará o mundo dele. Seu cachorro só fica no quintal? Quanto disso é bom pra ele?

Os donos transformam seus cães em “cachorros de quintal”

Quando os cães se tornam adolescentes, eles nunca se cansam de exercícios, e suas contradições costumam frustrar os donos. Em um dia ele parece ter crescido. No dia seguinte, está mastigando a casa como uma serra. Em um desses acessos, o dono já está expulsando o cão para o quintal. No início, pode ser apenas durante as refeições para evitar que ele fique pedindo comida, ou quando recebe visitas, para evitar que ele pule. Em seguida, quando vai trabalhar, para evitar que ele mastigue a casa enquanto está sozinho. Quando menos se espera, o único momento em que ele esta dentro de casa é durant as tempestades ou dias frios. Isso é vida para um cachorro?

Cachorro no quintalTransformar um adolescente indisciplinado em um cachorro de quintal não resolve nada. Apenas traz alívio temporário. De fato, seu cão não vai subir na sua tia se ele estiver lá fora, mas ele também não irá aprender a se comportar corretamente com os convidados da casa.

Um cachorro mantido fora de casa experimenta isolamento social. Ele começar a latir e uivar demais na tentativa de reunir seu bando. Quando um membro da família vai ao quintal passar um tempo com ele, ele dispara em saltos e vocalizações, exibindo um nivel de entusiasmo tão intenso que essa pessoa não vai querer voltar para uma segunda visita.

Com o tempo, um cão isolado se tornará excessivamente independente e difícil de treinar. Ele não terá mais o desejo de agradar, pois o que necessita agora é ocupar seu tempo de todas as formas possíveis. Seu lema se torna “Se é divertido, faça!” Desenterrar plantas. Escavar um buraco. Brigar na cerca com o cão do vizinho. Sem interação humana, essas são as atividades gratificantes para um cão de quintal. Não há nada errado em deixar um cão bem comportado passar um dia sem fazer nada na grama, aproveitando o sol ou brincando com as folhas caídas. Mas quando o quintal assume o seu lugar de ensinar comportamento apropriado, você precisa voltar alguns passos e pensar em por que você tem um cachorro.

Faça chuva ou faça sol

Se o seu cachorro gosta de passar bastante tempo ao ar livre, ele precisa de proteção. Uma casinha de cachorro pode oferecer acesso a sombra em um dia quente ou abrigo contra o frio, a chuva e o vento. Quando providenciar uma casinha de cachorro, certifique-se de que a abertura não receba vento gelado nos meses mais frios do ano. Se a abertura for larga, pendure algumas tirar de tapete na porta para manter o calor e afastar o frio. E coloque roupa de cama bem forrada, com palha, por exemplo, para manter o cachorro longe do frio do chão. Lembre-se de limpar o local em períodos de meses para garantir que não há criação de pragas – um ninho de vespas foi descoberto na casinha de um pobre Spaniel.

Se seu cachorro passa mais de uma hora lá fora em um dia quente ou muitas horas em outras épocas do ano, verifique se ele tem água fresca sempre disponível. Coloque algum peso no recipiente ou prenda de algum modo que ele não possa virá-lo e derramá-lo facilmente. É melhor que ele faça as refeições dentro da casa porque comida parada vai atrair insetos indesejados.

Para situações onde não há cercas nem há necessidade de mantê-lo fora de uma área, construa uma pequena arena de exercícios onde ele possa fazer coisas “de cachorro” sem incorrer na ira da família e de vizinhos. Se você mora em um local que proíbe cercas, o isolamento com um cabo pode resolver. Porém, esses isolamentos não são seguros para cães com forte aceleração, como Greyhounds. O impacto quando atingem o fim dessa linha é bastante forte, e há risco de danos na coluna. Correntes devem ser evitadas porque podem torcer e ferir o cão.

Cães são animais de companhia e, como tais, pertencem às nossas casas e às nossas famílias. Só porque você tem um quintal, não quer dizer que seu cão deva ser restrito a ele. Reserve um tempo para ensiná-lo a se comportar e o socialize com o mundo além da sua casa. Você vai descobrir que tem a melhor companhia possível.

 

Fonte: Deixar o cachorro do lado de fora da casa http://tudosobrecachorros.com.br/2013/02/so-ficar-no-quintal-nao-e-bom-para-o-cao.html#ixzz3hWao8pF7
Follow us: tudosobrecachorros on Facebook

images (1)

Somos da intra-terra , habitantes de Telos

Nós somos da intra-terra, nós somos habitantes de Telos, a qual você já conhece,( falando com a Canal) pois já esteve aqui muitas e muitas vezes, nós nos conhecemos já há muito tempo. Podemos dizer que você é nossa amiga. Algumas vezes que esteve aqui, você levou consigo algumas lembranças, você sabe conscientemente disso. Nós a procuramos hoje para que você transcrevam uma mensagem para todos aqueles que forem atraídos para ela . Se assim você desejar.

perfil rogerio

A cidade de Telos é uma cidade subterrânea existente sob o Monte Shasta, na Califórnia. Como também Argatha.

 

perfil Luciana Claro que sim meus queridos.

 

Irmãos de Telos: Então podemos começar.

Todos os filhos da Luz que habitam o interior do planeta, vivem em uma dimensão diferente da de vocês. Por isso que muitos cientistas e caçadores de fama, que procuraram as entradas das nossas cidades, não as encontraram, pois eles não conseguiam vê-las, muitas vezes essas pessoas estiveram frente a frente das entradas, nós as olhávamos, mas eles não conseguiam nem ver as entradas e nem menos nos ver, pois eles na verdade não acreditavam profundamente na nossa existência, eles na verdade estavam em busca de confirmar a verdade deles, e não em busca de nos conhecer.

A busca deles tinham um propósito pouco válido e por isso eles não conseguiam abrir os seus canais dimensionais para nos ver.

Alguns poucos nos viram, porque eles acreditavam na existência da Atlântida e acreditavam que em algum lugar poderia existir um modo de encontrar a verdade que estava sendo escondida de toda humanidade.

E a esses pouquíssimos humanos, foi dada a permissão por parte do Eu Superior deles, para vir e contar essa história para as pessoas.

Nós temos uma vida muito semelhante da vossa.

Nós aqui em baixo, temos tudo aquilo que vocês tem na superfície, porém de um modo um pouco diferente. Nós temos rios, florestas, sol, noite, plantações, casas, trabalhos, união de consciências (casamento), comemos, meditamos, conversamos, brincamos, enfim, somos realmente muito parecido com vocês, a nossa diferença é que nós vivemos muito mais.

O que vocês chamam de morte, que para nós é apenas a passagem para outras dimensões e mudança de corpo, demora muito para acontecer, e com isso nós temos muito mais facilidade para acumular consciência.

Aqui ninguém se estressa, aqui ninguém se preocupa com as contas ou com o futuro, pois aqui nós sabemos que o Universo, que começa dentro de nós, está sempre providenciando tudo aquilo que for útil para nós.

Então a preocupação não tem lugar em nossas vidas.

Mas nós temos lembranças de quando éramos da superfície, que as pessoas próximas a nós tinham começado a desenvolver esse medo do futuro, medo de não estar fazendo a coisa certa, medo, medo e medo.

perfil rogerio

Para o Universo, tudo é sincrônico, nada é coincidência, vejam que em 26 de julho a Canal havia recebido de seus mentores uma mensagem sobre Atlântida. Caso não tenha lido ainda, leia, pois tem uma explicação sobre o “medo” que os queridos irmãos de Telos cita aqui na mensagem deles.

Então sabemos o quanto essa ilusão vos faz sofrer, pois é assim que nós encaramos o medo, como uma ilusão, e ele é tão forte dentro de vocês, que acreditam que ela é real.

Aqui quando queremos experienciar algo que ainda não possuímos, nós visualizamos e meditamos.

Então guardamos esse desejo, esse sentimento que nos veio durante a visualização ou meditação, e sabemos que o Universo recebeu nosso pedido, pois ELE não escuta as palavras ou as lágrimas, ELE escuta o vosso sentimento, e ELE só trará aquilo que estiver em alinhamento com o sentimento que estiver sendo emanado.

Então, de vez em quando, nós repetimos as visualizações e meditações, porque é como quando vocês compram um carro novo, zero km, e até que a loja entregue o carro, vocês estão tão felizes com aquela situação, que de vez em quando vocês vão até o site da loja para dar mais uma olhadinha. E é isso que fazemos, damos mais uma olhadinha.

Nós sabemos que aqui a materialização é mais rápida do que na vossa dimensão, mas esse processo não muda, é sempre o mesmo.

O que vos acontece na maioria das vezes é que, vocês fazem uma visualização ou meditação, acreditando que ainda não está bom o bastante, quando na verdade tudo já foi criado, precisa apenas chegar até vocês, e essa postura vem do medo, então vocês visualizam e visualizam e nada acontece, pois o medo vos deixa sempre longe do vosso objetivo.

Mas quando vocês acreditam que aquilo é possível, então tudo fica diferente, pois o medo não pode existir quando existe o sentimento de que é possível.

O possível é irmão da certeza, e geralmente “onde vai um vai o outro “.

Nós temos tantas coisas para vos ensinar, nós queremos que vocês prosperem nas vossas vidas em todas as áreas, pois é assim que vivemos aqui, e é isso que desejamos para vocês.

Nós sabemos que muitos estão despertando e muitos outros irão despertar ainda, e é por isso que chegou o momento que nós esperávamos ansiosamente, o tempo de passar para vocês todos os conhecimentos que adquirimos ao longo de milhares de anos, para que vocês se libertem desse plasma do medo e que desejem ser invadidos pela Luz, assim como nós já somos, pois na Luz não existe sombras ou escuridão.

Retornaremos mais vezes, pois temos muito amor para vos oferecer.

Que as bênçãos do Criador sejam sobre vocês. Nós somos os vossos irmãos da intra-terra, nós somos os vossos Irmãos de Telos

perfil LucianaLuciana Attorresi – Fonte: http://trabalhadoresdaluz.altervista.org/